Logo

Artigos - Visualizando artigo

Por que optar pelo Simples Nacional?

O Simples Nacional foi criado para facilitar o pagamento de tributos e, assim, as empresas podem se organizar melhor, pois, o regime unifica a arrecadação, cobrança e fiscalização, o que possibilita a compreensão de todos, principalmente de quem não é um profissional contábil.

 

É uma modalidade voltada às micro e pequenas empresas (ME e EPP), que tenham faturamento de até R$4,8 milhões ao ano. Para quem está iniciando seu próprio negócio, o Simples Nacional é uma opção considerada inteligente principalmente para quem quer economizar nos impostos.

 

Pagamento

Apenas uma guia é utilizada para o pagamento das obrigações do Simples nacional – o DAS (Documento de Arrecadação). A intenção é facilitar o entendimento do que está sendo pago e todas as informações são registradas no documento de forma simples, o que também evitar atrasos nas obrigações; 

 

Os tributos que integram o Simples Nacional são:

 

• ISS – Imposto Sobre Serviços

• ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços;

• IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados;

• IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica;

• COFINS – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social;

• Contribuição para o PIS/PASEP;

• CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido;

• CPP – Contribuição Patronal Previdenciária;

 

Adesão

Não é qualquer empresa pode solicitar a inscrição no Simples Nacional, pois a limitação é realizada com base no faturamento da empresa.

 

Isto é, se enquadram no Simples os microempreendedores individuais (MEI) que faturarem até R$81.000,00 as microempresas com faturamento de até R$360.000,00 por ano e as empresas de pequeno porte que faturarem até R$4.800.000,00 ao ano.

 

 

Conte com a RDM Contabilidade!

 

RDM CONTABILIDADE LTDA

(51) 3476-2999
 

Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.

topo site